CIRCULAÇÃO FORÇADA

CIRCULAÇÃO FORÇADA

Existem várias razões que podem levar a optar-se por este tipo de sistema.

Quando a circulação por efeito termodinâmico não é possível, de baixo rendimento, por uma questão de limitação da capacidade dos  termoacumuladores do sistema de termossifão face as necessidades, ou até mesmo por uma questão meramente estética recorre-se ao sistema de circulação forçada, sendo necessária a utilização de uma bomba hidráulica para fazer o transporte do fluído entre os colectores e o depósito termoacumulador

Como nos sistema de termossifão, também neste caso podem ser directos ou indirectos. A diferença entre eles é que os indirectos usam um permutador no circuito primário. De salientar que estes sistemas para funcionarem dependem de energia eléctrica podendo ser de origem fotovoltáica. São mais dispendiosos para o uso doméstico com baixos consumos, pelos maiores custos iniciais de instalação em relação aos sistemas de termossifão. Note-se que o sistema ainda inclui outros componentes como o grupo de controle, por exemplo.

 

sistema-solar-térmico-circulação-forçada

Contacto

energia-solar-térmica-tisst

© 2015 tisst.net -Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode