Tubagens

tubos-cobreacessórios-cobre-energia-solar-termica
 
 
Os materiais mais frequentemente utilizados, em instalações solares térmicas são o aço inox, o cobre, o aço galvanizado, o aço negro e os materiais plásticos. Para o transporte de calor em condutas entre o colector e o termoacumulador o cobre é o material mais utilizado, por ser tecnicamente adequado e economicamente competitivo. O cobre resiste à corrosão, tanto dos líquidos que circulam no seu interior como dos agentes exteriores, a sua maleabilidade e ductilidade permitem uma cómoda manipulação e uma grande facilidade para realizar traçados complicados. Muitos tipos de acessórios feitos de cobre, bronze vermelho ou latão estão disponíveis para ligações Cu/Cu e transição para outros sistemas de componentes com conexões roscadas.
Relativamente aos tubos de aço inox a sua utilização tem sido crescente nos últimos anos, devido à sua boa resistência à corrosão, facilidade de corte e gama completa de acessórios para montagem rápida.
Apresenta a vantagem de ter menos perdas de carga em linha, permitindo o uso de diâmetros menores. Em contraposição com o cobre não é aconselhável fazer dobragens no aço inox, o que implica a utilização de acessórios que aumentam as perdas de carga singulares.
Os outros materiais apresentam problemas de corrosão e oxidação, o que limita a sua utilização em circuitos com menores temperaturas ou apenas para o circuito primário.
Mais recentemente, passaram a utilizar-se também nalguns casos os tubos multi-camada. O Tubo Multicamada foi o resultado de uma moderna técnica construtiva que tem permitido a perfeita união de um tubo de alumínio com dois tubos polietileno (PEX); tal solução reduz decisivamente os problemas dos tubos exclusivamente metálicos (rigidez, toxicidade, corrosão, incrustações, peso, transmissão de ruídos, perda de carga, correntes, galvânica, etc), dos tubos exclusivamente plásticos (fragilidade, dilatação térmica, permeabilidade ao oxigénio, permeabilidade aos raios UV, memória térmica, pouca ou nula maleabilidade, etc).
Os tubos multicamada conseguem obter as vantagens dos dois materiais, unidos através da cooperação mútua.
 
tubo-multicamada
 

Vantagens:

 
- Barreira de oxigénio
- Óptima resistência às substâncias químicas e correntes galvânicas
- Máxima leveza
- Baixa queda de pressão
- Excelente resistência mecânica, em temperaturas elevadas
- São não-tóxicos
- Excelente reacção ao fogo
- Bom comportamento no ruído absorsores
- Baixa transmissão de calor
- Estabilidade nos preços
- Duradouro em tempo
 

 

 

Contacto

energia-solar-térmica-tisst

© 2015 tisst.net -Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode