paineis-solares-térmicos-sistemas

Os sistemas

A escolha de um tipo de sistema que se vai aplicar na instalação, assim como das múltiplas variantes que se podem adoptar, constituem sempre uma decisão sobre a qual podem incidir variáveis técnicas e económicas.

As limitações orçamentais são as que mais influenciam essa escolha, visto que o objectivo principal de uma instalação é conseguir poupar energia de forma rentável.  A prévia experiencia com alguns produtos, a maior ou menor confiança em marcas comerciais, podem ser factores determinantes para o projectista, que tenderá a adaptar-se aos sistemas que oferecem melhores possibilidades do ponto de vista comercial. São inumeras as possibilidades e combinações que podem fazer parte de uma instalação solar.

Os colectores solares instalados nos telhados convertem a luz, que penetra através dos vidros (radiação de onda-curta), em calor. Estes colectores estabelecem a ligação entre a energia proveniente do sol e os utilizadores de água quente. O calor é gerado pela absorção dos raios solares através de uma placa metálica que se comporta como um corpo negro – a placa absorsora. Está é a componente mais importante do colector. Na placa absorsora está incorporado um sistema de tubos que serve para transferir o calor gerado, para o fluido de transferência térmica, que por sua vez flui para o termoacumulador (depósito de água quente). Geralmente este calor é transferido para a água potável através de um permutador de calor. Ao arrefecer o fluido de transferência escoa através de uma segunda conduta de volta ao colector, enquanto a água potável entretanto aquecida sobe no termoacumulador, criando uma estratificação térmica, na qual a água aquecida está no topo (onde está localizada a tomada de água quente) enquanto que a água fria se encontra no fundo (onde está localizado o abastecimento de água para aquecimento).

Contacto

energia-solar-térmica-tisst

© 2015 tisst.net -Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode