Tipos de sistemas

A maioria dos sistemas solares, que são comercializados e instalados funcionam com um fluído de transferência térmica que é composto por uma mistura de água com anti-congelante para proteger os colectores do perigo de congelamento. Este líquido é composto por uma mistura de água e glicol, que circula num circuito fechado podendo ser utilizado em sistemas de transferência indirecta de calor através de um permutador.
O sistema de comando diferencial serve para activar a bomba de circulação do circuito solar, quando o diferencial de temperatura entre o colector e o tanque armazenamento atingir um valor pré-estabelecido. Quando este valor é atingido a bomba de circulação é activada e o fluido de transferência térmica no colector – que foi aquecido pelo sol – circula para o depósito de água potável, onde o calor é transferido para a água através do permutador de calor do sistema solar, localizado abaixo do sistema de apoio.
Com as dimensões consideradas standard para uma ou duas famílias (por pessoa, 1 a 2 m2 de superfície colectora e aproximadamente 50 a 70 l de volume no termoacumulador) a água potável pode ser praticamente toda aquecida no Verão, pelo sistema solar térmico. O sistema solar é normalmente dimensionado para proporcionar uma cobertura anual de cerca de 50% a 80% das necessidades de aquecimento da água. Os restantes 20% a 50% têm que ser fornecidos por um sistema de apoio do tipo convencional. A instalação deste sistema de apoio é efectuado no topo do termoacumulador através dum permutador de calor. Outro factor decisivo para manter o nível de energia suplementar baixo prende-se com o pré-estabelecimento da temperatura da água no depósito de armazenamento, ou seja, quanto menor a temperatura necessária, p.e. 45ºC, maior a proporção de aquecimento coberta pela energia solar e vice-versa.

                       

TIPOS DE SISTEMAS

  • TERMOSSIFÃO TERMOSSIFÃO

    No sistema de termossifão, o fluído térmico aquece no colector e torna-se menos denso subindo do colector para o depósito por efeito termodinâmico. Entretanto, o fluído térmico dentro do depósito arrefece e desce para o colector novamente, estabelecendo um ciclo. A regulação do caudal está...

  • CIRCULAÇÃO FORÇADA CIRCULAÇÃO FORÇADA

    Existem várias razões que podem levar a optar-se por este tipo de sistema. Quando a circulação por efeito termodinâmico não é possível, de baixo rendimento, por uma questão de limitação da capacidade dos  termoacumuladores do sistema de termossifão face as necessidades, ou até mesmo por...

  • DRAIN BACK (circulação forçada) DRAIN BACK (circulação forçada)

      O sistema solar térmico "Drain Back", tal como o nome indica, caracteriza-se pelo facto de o sistema recolher o fluído do circuito primário sempre que necessário, protegendo a integridade do sistema. O sistema faz a drenagem automática do fluído do circúito primário protegendo o equipamento...

Os sistemas indirectos apresentam um sem número de vantagens sobre os sistemas directos, o que leva a que os sistemas directos sejam básicamente utilizados no aquecimento de piscinas e em alguns processos industriais, porque:

  1. São mais sujeitos a corrosão devido a potenciais entredas de ar através do circuito primário
  2. Há necessidade de utilização de materiais compatíveis com AQS
  3. Em algumas zonas a pressão da rede é maior que a pressão que suportam os colectores, o que implica a introdução do circuito de uma ou várias válvulas redutoras, com o risco de avaria e consequente dano do sistema de colectores
  4. Impossibilidade de utilização de anti-congelante

Vantagens Circulação Forçada

  1. Permitem a colocação do depósito em qualquer local
  2. Permitem a regulação da temperatura do sistema através da acção da bomba circuladora
  3. Mais utilizado em sistemas multifamiliares

Desvantagens Circulação Forçada

  1. Requerem potencia eléctrica (se possível fotovoltáica)
  2. Custo mais elevado
  3. Maior complexidade

 

Vantagens Termossifão

  1. Não requerem potencia eléctrica
  2. Simples e de baixo custo
  3. E mais utilizada em sistemas unifamiliares de baixa pot~encia em zonas com baixo risco de congelamento

Desvantagens Termossifão

  1. Dificuldade em fazer a circulação em sistema de alguma dimensão
  2. O depósito tem sempre que se situar acima dos colectores
  3. Não permitem a regulação da temperatura do depósito

Contacto

energia-solar-térmica-tisst

© 2015 tisst.net -Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode