REN decide em dezembro se paga ou se contesta taxa de energia

21-11-2014 17:17

 
O CEO da REN, Rui Vilar
A REN só decide se paga a taxa extraordinária de energia ou se a contesta em tribunal em meados de dezembro, disse o chairman e CEO da empresa, Rui Vilar, à margem de uma conferência sobre interligações de energia que está a decorrer no hotel Tivoli, em Lisboa.
"Vamos ter um novo conselho no meio de dezembro e é ao conselho de administração que caberá dizer qualquer coisa", afirmou.
Recorde-se que a REN anunciou esta segunda-feira ao mercado que ainda não tinha pago a taxa extraordinária - que deveria ter liquidado a 15 de novembro - por ainda estar a avaliar a legalidade da mesma. Será pois essa decisão que será tomada em meados de dezembro.
Já a Galp, que também se recusou a pagar este novo imposto, já tomou a decisão de contestar, alegando precisamente a ilegalidade da cobrança desta contribuição extraordinária criada no Orçamento dos Estado para 2014 e prolongada para o de 2015.
 
Confrontado pelos jornalistas sobre as declarações e ações do Governo e de algumas opinion makers e políticos sobre a recusa da empresa em pagar a taxa, Rui Vilar escusou-se a fazer a dar mais explicações ou acrescentar mais além do que já foi comunicado ao mercado esta segunda-feira, emas recordou que Portugal é um país onde há liberdade de expressão, mas também que é um Estado de direito.
 
Fonte: dinheirovivo.pt  21/11/2014 

Voltar

Contacto

energia-solar-térmica-tisst

© 2015 tisst.net -Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode